Conheça o placar da traição na PEC do Voto Impresso

  • por
Plenário durante deliberação sobre PEC do Voto Impresso

A Câmara dos Deputados rejeitou na noite desta terça (10) a proposta de adotar o voto impresso nas eleições de 2022. A medida defendida pelo presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores teve 229 votos favoráveis (precisava de 308 para passar) e 219 contrários. O problema: houve muitas traições entre os deputados que votaram. No infográfico abaixo, você pode explorar o que aconteceu.

Dos 24 partidos representados na Câmara, 17 orientaram seus deputados a votar "Não". Se todos os deputados desses partidos fossem votar e votassem de acordo com a orientação, seriam 330 votos contra a proposta bolsonarista.

Só que, pra começar, 42 deputados faltaram e Aécio Neves (PSDB) esteve lá e se absteve. Dentre os que faltaram, a maioria era de partidos orientados a votar contra.

Dos que foram, 102 deputados de partidos que orientaram a votar no "Não" votaram a favor da proposta bolsonarista. Do outro lado, apenas 11 deputados orientados a votar favoravelmente à proposta traíram seu partido e votaram contra. Dentre os membros dos partidos com voto "liberado", a maioria votou a favor da proposta.

No infográfico interativo, você também pode ver como votaram os deputados de cada Estado:

Ou talvez os membros de cada partido:

Boa diversão!